Quem Ama Literatura Não Estuda Literatura

Código: KGUKWUJQM Marca:
5x de R$ 5,20
R$ 26,00
Comprar Disponibilidade: 90 dias úteis Aproveite! Restam apenas 2 unidades
    • 1x de R$ 26,00 sem juros
    • 2x de R$ 13,00 sem juros
    • 3x de R$ 8,66 sem juros
    • 4x de R$ 6,50 sem juros
    • 5x de R$ 5,20 sem juros
    • 1x de R$ 26,00 sem juros
    • 2x de R$ 13,00 sem juros
    • 3x de R$ 8,66 sem juros
    • 4x de R$ 6,50 sem juros
    • 5x de R$ 5,20 sem juros
    • 1x de R$ 26,00 sem juros
    • 2x de R$ 13,00 sem juros
    • 3x de R$ 8,66 sem juros
    • 4x de R$ 6,50 sem juros
    • 5x de R$ 5,20 sem juros
    • 1x de R$ 26,00 sem juros
    • 2x de R$ 13,00 sem juros
    • 3x de R$ 8,66 sem juros
    • 4x de R$ 6,50 sem juros
    • 5x de R$ 5,20 sem juros
  • R$ 26,00 Pix
  • R$ 26,00 Boleto Bancário
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

O livro assusta: Quem ama literatura não estuda literatura – Ensaios indisciplinados. Parece mera provocação, mas é, na verdade, uma constatação embasada ao longo dos quase 20 anos em que o autor foi professor da Faculdade de Letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro. E seu significado é muito mais profundo do que aparenta ser. O objetivo aqui é questionar o modo quase infrutífero como se estuda e leciona literatura no Brasil. Segundo Rufino, para verdadeiramente estudar literatura, não adianta quase nada analisar as obras em relação aos movimentos, escolas e estilos de sua época, como se faz nos colégios e universidades brasileiras. Ele defende que o estudo de literatura só será socialmente relevante no Brasil quando ele for feito com base em antropologia, sociologia, psicologia, história, teoria da comunicação e até economia. Para início de conversa, Rufino dedica boa parte do livro ao estudo daquele que chama de perturbadores do sono do mundo: Darwin, Marx, Einstein e Freud, sem os quais não seria possível compreender verdadeiramente qualquer forma de literatura feita nos últimos cem anos. Como estudos de caso, o autor aborda obras de Raul Pompéia, Graciliano Ramos, Nelson Rodrigues e outros clássicos brasileiros. Rufino não tem medo de dizer que a literatura se constitui de inutilidades, não serve para nada.

Detalhes do produto

Capa comum: 200 páginas

Editora: Rocco; Edição: 1ª (11 de fevereiro de 2008)

Idioma: Português

ISBN: 9788532522245

Dimensões do produto: 20,8 x 14 x 1,2 cm

Peso de envio: 259 g

Produtos relacionados

5x de R$ 5,20
R$ 26,00
Comprar Disponibilidade: 90 dias úteis Aproveite! Restam apenas 2 unidades
Pague com
  • Pix
  • Pagar.me V2
  • Mercado Pago
  • PagSeguro V2
Selos

MOTTA COMÉRCIO EDITORA E DISTRIBUIDORA DE LIVROS EIRELI - INPI: 920279201/920279031 - CNPJ: 17.977.486/0001-15 © Todos os direitos reservados. 2021